segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Maleta Surpresa: O Dia da Letra T

Tenha sempre boas maneiras.
Trate bem as pessoas.
Tente até conseguir.
Trabalhe suas ideias.
Termine o que começar.
Triunfe e seja grato sempre.

Enfim chegou o dia da Maleta Surpresa visitar a nossa casa e a nossa letra foi a T.

Lucas aguardava ansioso e me falava: “a Tia Bel não deu o meu chaveiro” ou “a Tia Bel não deu a maleta para o Lucas” (as crianças que levam a maleta ganham um chaveiro com a letra da sua inicial). Eu explicava que o dia dele ia chegar e ele ficou todo contente quando trouxe a maleta para casa. Quando me encontrou disse assim: “mamãe tenho uma surpresa”, e eu: “o que será a surpresa?!!” mas eu já sabia!!! kkkk

Juntos, sentamos e procuramos os objetos que estavam nas caixas de brinquedos, outros separei para colocar no dia de enviar para escola. A Marcilene, a cuidadora do Lucas, também nos ajudou emprestando alguns objetos.

Como eu pedi para a professora combinar a letra antecipadamente, para eu fazer as lembrancinhas, preparei uns chaveiros de tartarugas para os coleguinhas e um marca página com o texto que introduziu esta postagem.

A arte do marca página foi desenvolvida pela Ívina Maiolo da Lilás Design, irmã do Lucas.

Vejam como tudo ficou... as lembrancinhas e os objetos com as palavras.

PS: compramos também tomatinhos e barras de chocolate da Tortuguita para as crianças degustarem.




domingo, 10 de setembro de 2017

Momentos em Família: Pastel Assado de Calabresa

“Não é à toa que se compara a família a uma árvore.
Afinal, o que é a família senão vários galhos unidos pela mesma raiz, e sustentados por um tronco comum,
que precisa ser forte para suportar as intempéries da vida.


Viver em família é muito bom.

Estarmos juntos com pessoas que nos ama e respeita é sempre algo que acalenta nosso coração.

Os momentos bons somos nós que fazemos.

Tenho aprendido que nem todos os momentos precisamos expor para os outros em redes sociais, nem tudo precisa ser registrado com imagens, então resolvi deixar a minha máquina de fotografar de lado para viver os bons momentos de uma outra forma que acredito ser mais profunda e intensa.

Então o tempo que eu usava fotografando hoje eu faço uma sobremesa mais elaborada, ajudo mais a fazer o almoço, organizo a mesa e realmente tem sido melhor para mim.

Eu gosto muito de fotografar as coisas que eu faço, mas percebi que isto não é o mais importante.

Bom este fim de semana foram muitas receitas que fizemos na casa da minha mãe, hoje quero compartilhar uma delas.

Estas fotos que vou mostrar a seguir foram feitas  com o celular da minha mãe e a receita ficou uma delícia!

Pastel Assado de Calabresa
O que usar:
Massa de pastel pronta (meu pai comprou na feira dessas de rolinho)
Calabresa picada com molho pronto de tomate e cebola
Mussarela e presunto, gema de ovo para pincelar. 

Como fazer:
Abra massa, coloque em camadas: mussarela, presunto e o molho de calabresa (não muito molhado).
Enrole e feche as pontas.
Coloque numa forma untada com manteiga (fechada com papel alumínio) para assar por uns 40 minutos.
Depois tire o papel aluminio e pincele a gema de ovo.
Volte para o forno e espere dourar. 
Minha mãe colocou também requeijão cremoso em um e ficou ótimo. 




domingo, 27 de agosto de 2017

Nossa Bela Mesa

“A beleza que realmente importa não se conhece 
através do olhar, mas apenas se pode enxergar com o coração.


Esta semana é o aniversário da minha mãe e ontem tivemos nossa "comemoração" em família.

Minha mãe não é do tipo que gosta de comemorar o aniversário, então para ela ontem seria um almoço como qualquer outro em que nos reunimos somente para estarmos juntos. Tem sido assim este ano, vamos, almoçamos e passamos o dia juntos, alguns dias eu durmo lá e é uma maravilha. Lucas nem quer voltar para casa rsrs.

O que minha mãe não sabia é que ontem tínhamos algo especial para ela, um presente lindo e idealizado por três pessoas (minha cunhada Denise, minha amiga Valdinéia e eu) para ela usar na sua mesa nova: um kit completo para oito lugares com sousplats de crochê e porta-guardanapos (feitos pela cunhada Denise), guardanapos dupla-face (feitos pela Val), jogo americano dupla-face (encomendados por mim) e um arranjo de flores feito também pela Denise.

As cores foram propositalmente escolhidas, pois são as cores que estão em alta nas escolhas da minha mãe na decoração da casa.

Os olhos dela brilharam quando ela recebeu o presente e nós mais empolgadas que ela, logo fizemos várias arrumações para vermos as possibilidades de uso do presente.

Parabéns mãe! Que Deus continue ao seu lado abençoando sua vida, fortalendo dia a dia e direcionando seus passos.

Vejam que lindo!! Modéstia a parte nossas escolhas ficaram fantásticas.













sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Eu e o Peixe

“Às vezes é necessário adaptar nossos versos
à melodia que a vida está tocando.”

Os peixes são animais aquáticos.
Eles SÓ vivem bem no SEU ambiente.
Eles só são peixes no SEU ambiente.
(Parece  premissas de uma questão de raciocínio lógico kkkkkk, mas só estou falando de mim.)

Continuando...
Fora dele os peixes deixam de ser peixe para muitas vezes ser alimento.
Como alimento eles perdem sua identidade, sua forma, sua cara...
e SÓ são reconhecidos  por quem os conhece mais profundamente: quem conhece seu sabor, suas características e o que os diferem de todos os outros.
Usando esta analogia, assim como os peixes, eu SÓ consigo ser eu mesma no meu ambiente.
No meu ambiente eu sou feliz... eu posso falar... eu posso expressar minha opinião, mesmo que ela seja contra a opinião dos outros que convivem comigo neste ambiente.
No meu ambiente as minhas bolhas não incomodam os outros peixes, a convivência é tão transparente como a água pura que torna possível nossa existência e é muito fácil ser sincero, sem ofensas, sem distorções e sem “conversa fiada” (ah! Como eu as abomino!!!).

Então... são poucos que me conhecem e é praticamente impossível reconhecer minha essência e minhas reais características, quando estou fora do meu ambiente, sem que me conheçam verdadeiramente.

Beijo para quem me ama!!

terça-feira, 22 de agosto de 2017

O Cartaz do Elefantinho

"Para realizar grandes conquistas,
devemos não apenas agir, mas também sonhar,
não apenas planejar, mas também acreditar.”

Há umas duas semanas recebemos um bilhete da escola sobre o novo projeto baseado no trabalho Arca de Noé de Vinicius de Moraes, e acompanhando o Face da escola sempre vemos uma atividade muito legal da Professora Piedade, que cada semana vem trabalhando um poema. 

No bilhete fomos convocados a fazermos um poema com o tema específico para cada família, o nosso era "Elefantinho".

Bem, aproveitamos o fim de semana com feriado que tivemos para fazermos o nosso. Chamei o Lucas para participar, dei uma folha para ele, coloquei os lápis de cor perto e sentei junto na mesa para fazer a minha ilustração do poema, que já tinha escrito no papel. 

Crianças com dificuldades na linguagem assimilam muito melhor quando usamos recursos visuais. É por isso que pela segunda vez eu usei o recurso dos quadrinhos para ilustrar o meu poema.

Enquanto estou la desenhando e colorindo, de cabeça baixa, Lucas estava também desenhando. De repente, ele pediu licença para ver o meu desenho, eu levantei a cabeça e me encantei com o que ele estava fazendo, simplesmente ele estava fazendo o elefante, se baseando no meu e usando as mesmas coisas que eu (pincel e lápis).

E vejam que lindo o ELEFANTINHO do meu Lucas: PERFEITO!!! 
(e de lado, de cabeça para baixo, é o gatinho rsrs)

Eu morri de amores e fiz um milhão de elogios. Ele ficou todo feliz!!!

No outro dia, fiz um elefante maior para colocar no cartaz, passei os materiais para ele me acompanhar, e ele fez como anteriormente, desenhou e coloriu como o da mamãe. 

Ah! nosso poema em família do ELEFANTINHO ficou lindo e foi um momento muito especial que tivemos.

Ele ficou todo orgulhoso do seu dever e eu orgulhosa pelas conquistas do meu lindão.

Lucas amo você!!! Seus desenhos ficaram lindo!!!







22 de Agosto - Dia do Coordenador Escolar

“Liderar não é impor, mas despertar nos outros a vontade de fazer.”

Tem muitas pessoas que não gostam de datas comemorativas e muitas vezes sabotam certas homenagens. Eu particularmente gosto muito delas, pois infelizmente não podemos todos os dias presentear ou preparar um mimo para as pessoas que marcam nossas vidas através de sua profissão. Então, eu valorizo e busco sempre marcar estas datas preparando algo especial com uma mensagem que fale o quanto o trabalho de cada um é importante para todos nós.

Hoje comemoramos o Dia do Coordenador, esse profissional que tem o papel de líder, de apoio, de instrutor e que é fundamental para o bom andamento do trabalho da equipe em qualquer organização.

Os mimos de hoje são para as coordenadoras da escola do meu filho: Luciana, Natália e Suelen, mas a mensagem de felicitação é para todos aqueles que com dedicação e carinho desempenham seu trabalho  possibilitando o sucesso de toda equipe e a qualidade do serviço prestado.

A você coordenador: Parabéns pelo seu dia!!


Sachês de Coração e Toalhinhas de Mão 
(bordadas com as iniciais dos nomes)









As tags preparadas para acompanhar os mimos.


domingo, 20 de agosto de 2017

Sobre Acreditar no Potencial...

“Sonhe, sonhe muito, mas também realize... 
mesmo que demore, que ninguém acredite no seu potencial. 
Somente Deus sabe do que você é capaz.

A frase "eu não sirvo para isto!" só é válida para mim se quem estiver falando for alguém que não quer fazer algo.

Eu acredito fortemente no potencial das pessoas e que a arte é acessível a todos.

É claro que convivemos com pessoas que só de olhar para elas vemos que ela nasceu para fazer o que faz, mas não pense você que ela não teve nenhuma dificuldade não. Obstáculos sempre existem, mesmo para os que fazem com excelência alguma coisa, mas o primeiro impedimento para fazer algo  é sempre a nossa opinião sobre nós mesmos.

Há uns 7 ou 8 anos anos eu conheci uma pessoa muito especial e hoje somos amigas: a Rosângela.
A maternidade acabou nos aproximando ainda mais e pudemos compartilhar muitos momentos bons e outros ruins.

Certa vez ela estava entediada e enclausurada em sua casa e foi ai que apresentei para ela o feltro. Depois de umas duas idas na casa dela, ela já fazia sozinha as lembrancinhas de maternidade do seu primeiro filho, o Lucca, que tem a idade do meu Lucas.

Bem... ela foi umas das pessoas que me disse a frase "eu não sirvo para isto!" e hoje eu sou prova viva e testemunha ocular que sim "ela pode o que quiser", eu não acreditei no que ela me falou, mas sim: eu acreditei no potencial dela, assim como acredito no potencial de todas as pessoas que eu já ajudei a executar um projeto.

Hoje ela me presenteou com algo que  eu amo demais, que tem um preço imensurável e que tem mais valor do que qualquer presente de marca: ela me deu algo feito por ela, especialmente para mim. 

Tem noção do tamanho da minha alegria e do orgulho por ela??!! Não... muitos talvez não tem noção... mas é bem grande.

Rô amiga linda, você é show!! Eu acredito que você pode TUDO!!
Beijos e SUCESSO sempre.