terça-feira, 25 de julho de 2017

Sobre determinação...

“Para aqueles que estão determinados a voar,

 não ter asas é apenas um detalhe.”

Para falar desse assunto eu poderia citar muitas pessoas que marcaram suas vidas e a dos outros fazendo algo além do que esperavam e surpreendo a todos.

Posso falar das minhas várias experiências e como algumas pessoas "que não me conheciam ou conhecem verdadeiramente" foram meu combustível para eu correr atrás e mostrar do que eu sou capaz e que "quando eu quero eu posso".

Hoje, particularmente eu quero falar da minha amiga Valdineia e sua determinação para costurar.

Quando a gente convive com pessoas que tem algum talento a gente se encanta e algumas vezes é contaminado de uma forma tão intensa que você quer aprender e fazer também aquilo. Foi assim que o bordado entrou na minha vida e foi assim que esta amiga tão especial se enveredou para alguns caminhos da arte.

Determinada ela comprou sua máquina de costura e passou a aprender por vídeos a fazer coisas lindas para nos presentear.

Ah! Eu sou feliz demais por ter pessoas como ela que me presenteiam com coisas tão lindas.

Ontem ela me presenteou com algo que eu queria muito e que eu ainda não tinha: capas de travesseiros com barrinha de crochê... MARAVILHOSAS!!

Os tecidos... bem os tecidos são a minha cara gente e eu amo uma cama cheia de travesseiros e almofadas.

Para estreiar na cama na casa nova!!

Obrigada Valdineia, eu mais que amei!!





sexta-feira, 14 de julho de 2017

Piquenique Turma Borboleta

Não espere por bons momentos... Faça-os acontecer!!

Uma postagem tardia, mas oportuna e especial.

Na vida passamos às vezes por muitos momentos de espera e os momentos de espera são muitas vezes angustiantes...  o segredo é se ocupar enquanto se espera. Ocupar a mente ajuda a minimizar os efeitos da angustia. Outras vezes precisamos ter atitude para simplesmente não esperar, pois tem coisas que não se resolvem nunca.

Uma das melhores memórias da minha infância foram os Piqueniques no Parque Municipal de Belo Horizonte com meu irmão, minha mãe e eu, às vezes com meus avós. Posso fechar os olhos e rever as cenas daqueles dias gostosos que vivi.

Eu AMO piquenique e meu filho Lucas também.

Fazemos piquenique até dentro de casa, na varanda da vovó Izolina, na sacada do apartamento. Mas os melhores lugares são sempre os parques e os jardins.

Este piquenique foi idealizado pela professora do Lucas, a Tia Bel, e logo que ela lançou a ideia eu abracei.

Foi uma tarde deliciosa com a presença das famílias da Turma Borboleta.

Já com gostinho de quero mais!!